Buscando
Por favor, espere

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

INCLUIU

¤ Parte aérea de ida e volta;

¤ Traslados de chegada e saída;

¤ Hospedagem por 03 noites no hotel escolhido com regime correspondente + taxa de serviços;

¤ Passeio Pão de Açúcar com city tour OU Corcovado com Maracanã (sem ingresso).

O DESTINO

Folclore e Cultura

O Rio de Janeiro cresceu absurdamente desde sua fundação, em 1565. Hoje, sendo a segunda maior metrópole do país, e quarta da América Latina, pode-se dizer que na capital do Estado fluminense se encontra de tudo um pouco. Além dos traços herdados de negros, índios e portugueses no período colonial, o Rio de Janeiro vai além com a miscigenação e aborda também imigrantes do fim do século XIX e início do século XX, tornando-se assim um imenso caldeirão cultural.

História

O Rio de Janeiro começa a contar sua história em março de 1565, quando o militar português Estácio de Sá expulsou os franceses que habitavam a região desde 1555. Para Portugal, que já havia descoberto a orla fluminense em 1502, o território não possuía grandes ofertas de investimento aparentes, por isso deixou-o abandonado por quase meio século.

Foi apenas no século XVIII que o Rio de Janeiro viu-se como um grande pólo econômico para Portugal. O comércio nas minas de ouro e diamantes na região crescia cada vez mais, o que levou a cidade a se tornar capital do Brasil em 1763. Mas o que acabou impulsionando ainda mais o fator relevantemente histórico foi a chegada da família real portuguesa, que a princípio pretendia fugir das investidas de Napoleão, no começo do século XIX.

Com o fim da monarquia no Brasil, em 1889, os investimentos pra o desenvolvimento da cidade foram grandes, como melhorias no transporte, saneamento e iluminação. O Rio de Janeiro deixou de ser capital do Brasil em 1960, quando Brasília foi construída. Mas isso não desmerece a cidade, que é hoje um dos pontos mais visitados do País, ganhando inclusive destaque atualmente pelos investimentos na área esportiva, quando sediou os Jogos Pan-Americanos de 2007.

Quando ir e não ir

Rio de Janeiro é um enorme pólo turístico, cultural e econômico, ou seja, não faltam eventos o ano inteiro. No entanto, o verão carioca é extremamente apreciado e procurado por turistas do mundo inteiro, principalmente durante o Reveillon e o Carnaval.

Pontos turísticos da região

Corcovado e Cristo Redentor – Com excelente visão da Cidade Maravilhosa, o Corcovado e seu Cristo Redentor (recentemente considerado uma das sete maravilhas da atualidade) são um dos lugares mais procurados por turistas.

Pão de Açúcar – Sua exuberante vista compete com a do Corcovado. O acesso ao Morro do Pão de Açúcar é feito até hoje pelo quase centenário bondinho (inaugurado em 1912).

Jardim Botânico – O Jardim Botânico oferece 141 hectares de lindo verde de vegetação rara e muito bem cuidada. Uma das atrações do local é a Palmeira Imperial, cuja semente foi plantada por D. João VI, em 1809.

Igreja da Candelária – Construção que data do século XVIII competindo com a modernidade de uma cidade grande como o Rio de Janeiro. A Igreja da Candelária é uma visão plena do passado com decoração em mármore e detalhes em bronze, sendo uma das igrejas mais freqüentadas do Rio.

Maracanã – Palco de incontáveis shows e partidas de futebol. O maior estádio do Brasil já abrigou eventos de grande porte, e sua importância histórica é um marco para o Rio de Janeiro, estando sempre aberto para visitação para quem procura conhecer as atrações desse local que comporta glórias desde 1950.

Bairro de Santa Teresa – Bairro interessante que mescla uma cultura única do Rio de Janeiro. Possui lojas de artesanato, restaurantes e a escadaria Selarón, inteiramente revestida com cerâmica.

Arcos da Lapa – Esse projeto arquitetônico tinha como objetivo servir como aqueduto, mas hoje servem como ligação para os bondinhos que levam até o Bairro de Santa Teresa.

Fortaleza de São João / Forte de São José – A Fortaleza de São João foi erguida no mesmo ano em que o Rio de Janeiro foi fundado. O Forte São José foi construído também, porém no ano de 1578, e é o terceiro forte mais antigo do Brasil.

Praia de Copacabana – Talvez a praia mais famosa do município. O calçadão atrai centenas de pessoas diariamente para caminhadas, suas areias comportam grandes eventos esportivos e musicais, e seu mar convida a todos para um refrescante banho diariamente.

Praia de Ipanema – Praia popular que abriga grande variedade de passantes, como esportistas, banhistas e turistas. Infra-estrutura para a prática de esportes à noite, com iluminação, e diversos quiosques para quem apenas procura passar uma tarde relaxante nas areias cariocas.

GASTRONOMIA

Comida típica

O Rio concentra os mais variados cardápios, não importando de que continente tenha vindo. Massas, pizzas, sushis e tantos outros pratos se misturam com a culinária tradicionalmente brasileira, que tem muito espaço no gosto dos cariocas, como a feijoada e o galeto.

Não deixe de experimentar

O galeto é muito apreciado pelos cariocas. O prato é preparado com uma ave jovem e os temperos variam de acordo com o gosto de quem está cozinhando. Vale muito a pena experimentar.

Praças de alimentação

Não faltam estabelecimentos gastronômicos na Cidade Maravilhosa. Para quem busca aperitivos à beira-mar, o município oferece de bandeja em seus quase 80 quilômetros de orla diversas barracas e restaurante. Já para quem está atrás de reforçadas ou requintadas refeições pode procurar nos muitos shoppings espalhados pela cidade.

Solicite mais informações

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Principais Destinos

Tempo nas Capitais do Brasil

E no Facebook…