Buscando
Por favor, espere

Bonito, Mato Grosso do Sul, Brasil

INCLUI

¤ Parte aérea de ida e volta (via Campo Grande);
¤ Traslados de chegada e saída;
¤ Hospedagem por 07 noites no hotel escolhido com regime correspondente + taxa de serviços;
¤ Passeios*:
- Gruta do Lago Azul
- Bote do Rio Formoso
- Praia da Figueira;
- Flutuação Rio Sucuri – S/almoço

*ATENÇÃO: os passeios têm limite de visitação, por este motivo está sujeito a ser alterado por outro atrativo.
A ordem dos passeios também poderá ser alterada de acordo com a programação do receptivo local.

Obs.: OS PASSEIOS ACIMA SÓ PODEM SER REALIZADOS POR CHD ACIMA DE 05 ANOS.
Para CHDs de 02 a 04 anos, sugere-se a Praia da Figueira ou Balneário do Sol.

DESTINO

Folclore e Cultura
A cultura bonitense é espelhada na cultura popular do Mato Grosso, ou seja, fundamentada na miscigenação entre índios, negros e brancos. Porém, em Mato Grosso a cultura desenvolvida com primor foi a que os negros trouxeram da África e a herdada dos antepassados indígenas, como o artesanato e muitos pratos típicos da região.

História
Em meados do século XIX, o Capitão Luiz da Costa Leite Falcão, conhecido também por ser o pioneiro em explorar a fundo o território de Bonito, iniciou a história do município ao adquirir a Fazenda Rincão Bonito e cessar de vez a circulação de colonizadores espanhóis pelas redondezas. Denominação esta que demorou quase um século inteiro para que a cidade de Bonito fosse reconhecida como tal. Em 1948, após Lei Estadual, Bonito ficou conhecido como município de distrito único.
A exploração turística das grutas, cachoeiras, lagos e trilhas faz com que a modesta população de quase 20.000 habitantes em Bonito chegue a triplicar durante a alta temporada, e graças aos constantes esforços da prefeitura, ONGs e empresas para manter o ambiente afastado da degradação da natureza, Bonito se destaca como um dos mais bonitos lugares ecoturísticos do Brasil para se conhecer.

Quando ir e não ir
A época de chuvas corresponde aos meses entre novembro e março, mas é a época que Bonito se vê com muitos turistas também. Chuva não costuma ser problema em um lugar onde muitas atrações envolvem água. Mas se for empecilho para alguém, os meses entre maio e dezembro oferecem, além dos dias de sol e chuvas bem escassas, a melhor vista para quem gosta de mergulhar.

Pontos turísticos da região
Balneário Municipal – Lugar com infra-estrutura para um grande número de pessoas e beleza ímpar. Possui área para camping, churrasqueiras e lanchonetes.

Balneário do Sol – À beira do Rio Formoso se encontra o Balneário do Sol, um lugar que oferece diversas opções de lazer, inclusive se banhar no lago com a companhia de inúmeras e coloridas espécies marinhas.

Fazenda Segredo – Para quem gosta de aventuras aquáticas, o caminho para a Fazenda Segredo é um prato cheio. Descida de 7 km com um bote pelo Rio Formoso até a Fazenda Segredo, um local calmo com trilhas ecológicas, hidromassagem e almoço reforçado.

Praia da Figueira – A praia de Bonito possui água límpida e doce, além de muitas opções de lazer, como quadra de vôlei de praia e caiaques, além de bar e restaurante.

Ilha do Padre – Lugar ideal para quem quer conhecer mais a fundo toda a beleza natural de Bonito. Cercada de cachoeiras, trilhas e piscinas naturais, a ilha ainda possui uma área reservada para camping.

Cachoeiras do Aquidaban – Passeio que começa na Fazenda Baía das Graças e explora a mata de Bonito por meio de trilhas, com direito a paisagens maravilhosas.

Reserva Ecológica Baía Bonita – É possível flutuar com máscara e snorkel para conhecer a diversificada fauna e flora da região em águas transparentes.

Gruta do Lago Azul – Misteriosa gruta que abriga em seu interior um lago de água incrivelmente azul. As paredes internas do lugar também causam muito interesse nos visitantes, por seus diversos formatos.

Abismo Anhumas – Descida de 72 metros para conhecer o Abismo de Anhumas. Vale a pena pelas formações geológicas e pela beleza que se vê por baixo do lago que há dentro da gruta.

FESTAS E EVENTOS

Calendário de festas e eventos
Fevereiro
- Carnaval.

Abril
- Festa do Peão.

Junho
- Festas juninas.

Julho
- Festival de inverno.

Outubro
- Aniversário da Cidade.

Novembro
- Festival de Guavira.

Dezembro
- Festa do Boi Mocho;
- Reveillon.

GASTRONOMIA

Comida típica
Alguns animais nativos do Pantanal são parte do cardápio regional de Bonito, e também do Mato Grosso do Sul. Pratos como a sopa de piranha ou a carne do jacaré são muito apreciados pela população e instigam os visitantes a conhecerem também.

Não deixe de experimentar
A moqueca de jacaré e o pintado, em suas variadas formas de se preparar, são muito comuns de se encontrar na região.

Praças de alimentação
A Rua Pilad Rebuá abriga uma boa quantidade de restaurantes para quem está à procura de refeições regionais do Estado.

Solicite mais informações

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Principais Destinos

Tempo nas Capitais do Brasil

E no Facebook…