Buscando
Por favor, espere

Aracaju, Sergipe, Brasil

INCLUI

¤ Parte aérea de ida e volta;
¤ Traslados de chegada e saída;
¤ Hospedagem por 07 noites no hotel escolhido com regime correspondente + taxa de serviços;
¤ Passeio pela cidade.COMPRAS

Shopping / Feiras
As praças Tobias Barreto e Olímpio Campos são famosas por suas feiras de artesanato, onde o viajante pode encontrar muitas lembranças de Aracaju, como o lindo artesanato feito pela população local.

O DESTINO

Folclore e Cultura
A maior contribuição cultural do povo de Aracaju é, possivelmente, o artesanato. Feito por pessoas dedicadas e apaixonadas pelo trabalho manual, a capital sergipana se destaca por três trabalhos, principalmente: a renda irlandesa, de tamanha beleza que já ganhou projeção nacional no mundo da moda, a prática da cerâmica, muito popular em outras cidades do Estado e também o artesanato com palha, que também possui grande concentração de produção em outros municípios de Sergipe e acabam desembocando em Aracaju.

História
Na metade do século XIX, o Vale da Cotinguiba era o maior produtor de açúcar da província sergipana. A necessidade por um porto que suprisse com facilidade a demanda de exportação fez com que o Presidente Inácio Barbosa substituísse São Cristóvão, até então a capital de Sergipe, para Aracaju.
Com saída para o mar, porém em uma área dominada por pântanos, Aracaju foi moldada por um grupo de engenheiros chefiado por Sebastião Basílio Pirro, o que a transformou em uma das primeiras cidades planejadas do Brasil. O projeto tomou como ponto de partida o centro político da cidade à época (atual Praça Fausto Cardoso) e cresceu com as ruas alinhadas geometricamente como um tabuleiro de xadrez.
Hoje, com quase 500.000 habitantes, Aracaju mostra-se sólida e bela como poucas cidades. Com uma orla que se estende por 30 quilômetros e construções preservadas que datam desde o período de sua fundação, em 1855, a capital sergipana é um excelente local para descansar e encontrar a diversidade cultural tradicional da região nordeste do País.

Quando ir e não ir
Aracaju é mais famosa por seus passeios exóticos e relaxantes do que pela beleza de suas praias. Por isso, a capital do Sergipe está de portas abertas o ano inteiro para seus visitantes. No entanto, para aqueles que preferem evitar viajar em período de chuvas, Aracaju tem sua temporada chuvosa entre os meses de abril e julho.

GASTRONOMIA

Comida típica
A culinária sergipana não difere muito de outras regiões do nordeste brasileiro. O leite é utilizado bastante para produzir queijos, requeijões e doces de leite, bastante apreciado e consumido por turistas, além da tradicional carne-de-sol e os saborosos frutos do mar.

Não deixe de experimentar
Ao visitar Aracaju, não deixe de experimentar a feijoada sergipana (cozida com legumes). Outros pratos regionais, como o sarapatel, a buchada e a galinha cabidela são recomendáveis. Além disso, há também os diferentes tipos de se preparar um caranguejo que Aracaju serve em quase todos os bares à beira-mar e restaurantes.

Praças de alimentação
Embora Aracaju possua muitos restaurantes e bares especializados nos mais diversos tipos de culinária, a orla da praia do Atalaia oferece, além da exuberante paisagem de seu litoral, muitas opções de bares e restaurantes.

Solicite mais informações

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Principais Destinos

Tempo nas Capitais do Brasil

E no Facebook…